17 de set de 2009

São Paulo/3.

Imediatamente voltamos ao apartamento do Fabrício, onde pudemos falar mais tranqüilamente com José. Ele nos deu telefone e endereço e disse que poderíamos ficar lá durante o fim de semana. O Fabrício nos deu as coordenadas de onde José estava e nos ensinou como chegar lá. Isso nos ajudou pra caramba!!

Depois de tudo combinado, finalmente fomos comer. E a comida era realmente boa e barata! Nesse dia, Dudu e eu estávamos com uma baita sorte. O próprio Fabrício, que tinha ouvido toda a nossa história, comentou isso e acrescentou algo tipo:
- Vocês estão com tanta sorte que pediram o jantar depois de mim e ele chegou antes!

Já devidamente alimentados, fomos para o apartamento do José. Ele estava sozinho, pois os companheiros de morada tinham sumido misteriosamente. Eram estudantes da PUC, então o mais certo é que tivessem viajado para ver as respectivas famílias.

José nos acomodou, conversamos e combinamos por alto o que fazer no dia seguinte. Uma das prioridades era visitar o bairro Liberdade, famoso por ter a maior concentração da comunidade japonesa na cidade. Também falamos sobre a programação da Virada Cultural e o que seria bacana de ver... (continua...)

Nenhum comentário: