30 de mar de 2009

Inverno cearense.

Depois de um fds de muito namorico e comilança (em ambos os sentidos), eis que a semana se inicia com um telefonema nervoso da minha mãe dizendo que a cozinha lá de casa ficou alagada.

"Puta merda", foi o que me veio à mente - e o que veio à boca foi: "Como assim alagada?"

Ela me contou. No sábado choveu pacas em Fortaleza. E Fortaleza é só mais uma cidade brasileira que não tem capacidade pra comportar chuvas estrondosas. E a gente nem tem costume de ver coisas assim por lá (chuvas estrondosas). Mas... Volta e meia, o inverno cearense causa surpresas - e geralmente são surpresas ruins, tipo essas:Portal Jangadeiro
(A moça na matéria, Iveleide, é nossa vizinha).

O condomínio no Conjunto Veneza Tropical é onde eu morava até dezembro. O muro de contenção caiu. Minha mãe contou que os apartamentos de frente para o dela (e justamente os mais próximos do muro) logo ficaram sujos de lama e cheios de água. Os bombeiros disseram que as pessoas saíssem de suas casas. Um engenheiro apareceu no local e disse que o problema seria resolvido logo. Enquanto isso, minha mãe limpava a cozinha rezando pra que a água não avançasse mais. E poderia ser que avançasse, afinal a chuva ainda não deu trégua.

Eu gosto de chuva, admito. Mas não gosto dos estragos que ela faz - não tem quem goste, afinal. Depois que minha mãe me ligou, fucei no Google à procura de alguma matéria de rádio, jornal ou tv que me dissesse que tem jeito, que alguém é responsável, sei lá, qualquer coisa! (mesmo eu sabendo que nem sempre os meios de comunicação conseguem o intento de informar).

Mostrei o vídeo da matéria acima pro meu chefe, o Seu Bento. Ele disse:
- Que porcaria de muro de contenção é esse? Construído assim, é lógico que ia cair! O idiota que mandou fazer isso desse jeito deveria levar um processo.

E já que a chuva demora a dar trégua, Fortaleza espera que as soluções apareçam.

Nenhum comentário: